Vampira | Premium Format – Sideshow Collectibles [Review]

Personagem

Como já fiz, alguns meses atrás um review da Comiquette da Vampira (veja aqui), vou copiar o mesmo intróito, uma vez que falamos da mesma personagem..

Rogue (no Brasil, Vampira) é uma personagem de histórias em quadrinhos da editora Marvel Comics, integrante dos X-Men. Sua primeira aparição foi em The Avengers Annual número 10 de 1981, e seu poder mutante é a habilidade de sugar a vitalidade, memória e poderes de outros seres vivos através do contato com a pele. Seu nome de batismo é Anna Marie e levou mais de uma década antes que fosse devidamente citado (numa história escrita por Chris Claremont).

Vampira é uma bela moça (ou, segundo o Esmaga-Ossos dos Carrascos: “Um tesão sulista com mecha branca no cabelo“) que possui uma vida sofrida e trágica. Criada por sua severa tia Carrie após eventos dramáticos envolvendo seus pais, a jovem Anna Marie fugiu de casa e acabou adotada pela transmorfa Mística e sua companheira, a precongnitiva cega Sina. O poder mutante de Vampira manifestou-se pela primeira vez no início da adolescência, quando em sua casa a menina beijou um garoto chamado Cody Robbins e sua mente foi invadida pelas memórias do rapaz, que entrou em coma permanente. Percebendo que nunca poderia viver com pessoas normais, Vampira começou a participar de atividades criminosas junto de sua mãe adotiva e, assim como Mística, juntou-se à Irmandade de Mutantes. Em sua primeira missão, a inexperiente mutante enfrentou Miss Marvel (Carol Danvers) e absorveu permanentemente as memórias e poderes da heroína, incluindo super-força e capacidade de voar.

Perturbada pela sua falta de controle, Vampira bateu à porta dos X-Men pedindo ajuda e orientação. Foi inicialmente muito mal recebida pelos integrantes da equipe,porém convencido da sinceridade da jovem sulista, o professor Xavier aceitou-a como membro da equipe, mas foi somente depois de Vampira arriscar a vida para salvar a noiva de Wolverine, Mariko Yashida, que os outros X-Men começaram a confiar na ex-vilã. Com o passar do tempo, Vampira provou ser uma das integrantes de maior atuação e valor na equipe. Posteriormente ela e Gambit se apaixonaram, apesar da impossibilidade dela tocá-lo sem causar danos. Participou, junto com outros 5 integrantes dos X-Men, do grupo especial que procurava pelos diários de Sina, que revelariam o futuro dos mutantes. Durante essas buscas, Vampira e Gambit perderam seus poderes, e aproveitaram a oportunidade para levar uma vida normal na comunidade solidária a mutantes de Vale Soleada, na Califórnia. Pouco depois, eles ajudaram os X-Men contra o predador de mutantes Borgan e retornaram à equipe. Anna Marie recuperou seu poder de absorção graças à habilidade de sua companheira de equipe, Sábia, de despertar o potencial genético latente.

Confusa quanto ao seu passado, Vampira saiu em busca de suas origens. Descobriu que seus pais faziam parte de uma comunidade que visava alcançar os Bancos Distantes, um mundo de sonhos que só pode ser atingido por meio de um estado alterado de consciência. Porém, no desespero de chegar ao lugar místico a qualquer custo, o pai de Vampira, Owen, traiu sua esposa Priscilla, que se sacrificou para proteger os Bancos Distantes de pessoas egoístas como seu marido. Viajando até esse plano extradimensional, Vampira conseguiu fazer as pazes com o espírito de sua mãe.

Vampira participou de diversas formações dos X-Men e esteve no exílio na Austrália junto com Wolverine, Tempestade, Colossus, Psylocke, Cristal, Longshot e Madelyne Pryor (clone de Jean Grey) após os acontecimentos da saga ¨Queda de Mutantes“, onde foram dados como mortos. Atualmente Vampira é lider de uma divisão dos X-Men, tendo sucesso em várias missões onde se apresentam como uma equipe mais eficaz e agressiva nos campos de atuação e batalha. Com essa liderança Vampira está muito mais determinada, forte e madura, sendo uma das mutantes mais poderosas da Terra.

Fonte: Wikipedia

Detalhes da Peça

Embalagem: Como de praxe nas embalagens de estátuas produzidas pela Sideshow Collectibles, essa não poderia fugir a regra, sendo composta por uma embalagem de papelão, com arte temática de acordo com o personagem (nesse caso, temos fotos reais da peça, invadindo uma das laterais e a parte frontal, além do logotipo estilizado do personagem). As peças vêm todas protegidas individualmente  em pequenos sacos plásticos, depois todas as partes são encaixadas no isopor, propiciando a proteção adequada para o material da estátua (resina cold-cast). Interessante comentar que, nos últimos lançamentos a Sideshow Collectibles vem tentando reduzir ao máximo o tamanho das suas embalagens (talvez para facilitar a vida de colecionadores que guardam as embalagens) e, aqui temos um bom exemplo de utilização de espaço, onde existe uma espécie de “sanduiche” de isopor, na parte inferior estão as partes que formam o corpo e na superior, a base e a jaqueta de couro que acompanham a personagem.

Escultura: A escultura desta Premium Format (estátua em “mixed media“, ou seja, que combina elementos como resina, tecido e metais) está muito fiel ao “Art Concept”, retratando com maestria o visual da eraJim Lee” na qual a personagem ganhou um corpo extremamente sensual. De modo geral, a escultura é bem simples, sendo a peça composta de seis (6) partes em resina e duas (2) em tecido. O corpo foi esculpido quase que em uma única peça, sendo apenas um dos braços destacável, para que nos permita colocar a jaqueta de couro (e aqui fica uma crítica, quando colocamos a jaqueta, a cabeça não encaixa por completo, ficando um vão muito feio). As mãos são destacáveis, assim como a cabeça (na versão exclusiva, existe uma segunda cabeça com cabelo visualanos 80“, o famoso “pigmaleão“). A base segue o padrão das demais figuras Premium Format dos X-Men, com o “X” em preto e vermelho (OK, existem exceções: Wolverine, Ciclope e a recém lançada, Tempestade). Resumindo, a escultura cumpre seu papel.

Pintura: As peças da Sideshow Collectibles, seja as Comiquettes ou Premium Formats, sempre são pintadas a mão e o padrão de qualidade foi mantidosó que não. Apesar do corpo e base estarem com a qualidade da pintura impecáveis, eis que surge o maior alvo de discussão com relação a esta peça, a pintura do rosto e, em específico, dos olhos da figura. Não há outra maneira de dizer, além de que essa Vampira é “vesga“. Não há também, explicação para um erro tão grotesco de pintura por parte da Sideshow, existem duas opções aqui: ou você é um dos sortudos que recebeu/comprou a versão com a pintura corrigida, ou você terá que buscar um artista que possa refazer a pintura dos olhos para você. Sideshow demonstrou com maestria a “arte de estragar uma peça” (que tinha tudo para ser perfeita). Dependendo do ângulo o qual você olha, a má-impressão causada pela pintura diminui, mas, o resultado final, decepciona.

Articulações: Não possui.

Acessórios: A figura acompanha  como acessórios a jaqueta de couro e cinto.

Roupa/Vestimenta:  O uniforme retrata uma das minhas fases favoritas (sendo a que ela era desenhada pelo Jim Lee). A execução da vestimenta está muito bem elaborada, sendo o contraste da resina com o couro da jaqueta e do cinto, um dos pontos fortes da peça. As botas e luvas estão bem executadas, porém não chamam tanta atenção quanto os itens mencionados anteriormente. Um trabalho relativamente simples, mas que cumpre muito bem o papel o qual se proprunha.

Ano de Lançamento e Fabricante: 2011, Sideshow Collectibles.

Quantidade de peças produzidas: 750 (versão exclusive, a qual acompanha segunda cabeça com cabelo visual “anos 80”) e 1500 (versão regular).

Dimensões: 47,62cm (H) x 22,86cm (P) x 25,4cm (D); 5,44 Kg.

Escala: 1/4.

Valor: na data de lançamento o valor da peça era de USD 249,99 (e USD 299,99 versão exclusiva), porém, atualmente você consegue encontrar a mesma entre USD 450,00 e USD 700,00.

Onde Comprar: a figura utilizada nesse review foi adquirida em nossa loja parceira, a Toyshop Brasil.

Considerações Finais

Uma belíssima e sensual peça para os fãs de X-Men. Tinha absolutamente tudo para se tornar um item obrigatório em qualquer coleção dos mutantes da Marvel, mas então, tivemos a pisada de bola na pintura dos olhos por parte da Sideshow. Se você não se importar com uma mutantevesga” ou quiser investir um pouco mais de dinheiro na restauração / nova pintura dos olhos, é uma peça da qual você não irá se arrepender!

Galeria de Imagens

2 comentários em “Vampira | Premium Format – Sideshow Collectibles [Review]”

  1. Pingback: toyreview.com.br » Brinquedo aqui é coisa séria! » Elvira | Premium Format – Sideshow Collectibles [Review]

  2. Pingback: ToyReview.com.br » Brinquedo aqui é coisa séria! » Mística | Comiquette – Sideshow Collectibles [Review]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.