Mais uma semana, mais uma loja. Vamos começar com um pouco de história…

Em sua fundação, Charles Lazarus iniciou as atividades de um supermercado para crianças (o qual se desenvolveu e tornou-se a Toys “R” Us) em Washington, D.C., durante o pós-guerra no período que ficou conhecido como “baby boom”, em 1.948 como um lojista que vendia móveis para bebês. No local onde a primeira loja existiu, hoje existe um clube noturno conhecido como Madam’s Organ Blues Bar. Lazarus então, começou a receber pedidos de seus clientes que, além de móveis, desejavam também adquirir brinquedos para os bebês. Depois que realizou a adição de brinquedos para bebês, começaram então os pedidos para brinquedos para crianças já um pouco maiores. O foco da loja mudou e, em 1.957, a Toys “R” Us nascia em Rockville, Maryland. No ano de 1.966 a Toys “R” Us foi adquirida pela Interstate Department Stores, proprietária da Front, Topps and Children’s Bargain Town USA, uma cadeia de brinquedosirmã” da Toys “R” Us no meio-oeste americano, a qual, posteriormente, seria absorvida pela marca Toys “R” Us. O design original das lojas de 1.969 a 1.989 consistia em seu nome em cores do arco-íris e lojas de teto marrom (algumas dessas lojas ainda existem com seus tetos marrom, enquanto outras foram totalmente renovadas e pintadas de cores diferentes).

Por muito tempo, a Toys “R” Us foi considerada como um clássico exemplo de “category killer”, um negócio que se especializou por entre a cadeia tão eficientemente dentro de um determinado setor que acaba empurrando seus concorrentes para fora, sejam as pequenas lojas de varejo ou os grandes varejistas. No entanto, desde o surgimento de grandes competidores como Walmart, Target e Amazon, a Toys “R” Us perdeu uma parcela significativa de sua participação no mercado de brinquedos, ficando atrás do Walmart desde 1.998.

IMG_5113 (Copy)

Para trazer melhorias a companhia, a diretoria convidou John Eyler (que havia trabalhado previamente na F.A.O. Schwarz), o qual lançou um caro e ineficiente plano para remodelar e reinventar a rede. Culpando a pressão do mercado (primordialmente, a competição com Walmart e Target), a Toys “R” Us cogitou separar seus negócios de brinquedos dos de bebês. Em 21 de Julho de 2.005, um consórcio formado por Bain Capital Partners LLC., Kohlberg Krayis  Roberts (KKR) e Vornado Realty Trust investiram USD 1.3 bilhões para completar uma oferta de alavancagem de USD 6.6 bilhões. As ações públicas da empresa encerraram pela última vez com preço de USD 26,74 depois de um período de altas de 68 semanas mas, ainda assim, muito abaixo da sua maior média histórica que foi de USD 45,00 no terceiro trimestre de 1.993 e sua maior alta em 5 anos que foi de USD 31,00 no segundo trimestre de 2.001 (desculpem, meu lado financeiro achou pertinente compartilhar essa informação).

Atualmente, o grupo Toys “R” Us é uma entidade privada, onde Toys “R” Us, Inc. forma um grupo varejista americano de brinquedos e produtos juvenis, fundado em 1.948 cuja sede fica em Wayne, New Jersey. A companhia opera mais de 871 lojas Toys “R” Us e Babies “R” Us nos Estados Unidos, além de mais de 730 outras lojas internacionalmente, tendo 230 lojas licenciadas em 36 países e jurisdições. Em adição a isso, conformemencionada em uma postagem anterior (veja AQUI), ela é responsável por operar a marca F.A.O. Schwarz na cidade de New York. O grupo também opera o portfólio de comércio virtual que inclui lojas como: Toysrus.com, Babiesrus.com, eToys.com e FAO.com.

IMG_5114 (Copy)

Como mencionado acima, o foco da loja é para crianças até a entrada na adolescência, então, basicamente, vamos encontrar brinquedos com uma tendência mais lúdica (como ursos de pelúcia, bonecas Barbie, articulados…) e menos elaborada (nada de Hot Toys, estátuas ou afins). Ao longo dos 3 andares da loja, além de uma Roda Gigante (com diversos personagens), um Optimus Prime, um Minion e um T-Rex, você vai encontrar um conceito muito parecido com o que tínhamos aqui no Brasil, nas falecidas Ciamar e D.B. Brinquedos. Enormesilhas temáticas” para cada uma das franquias (Power Rangers, Tartarugas Ninja, Star Wars, Transformers, etc.), preenchem boa parte da loja, inclusive com vendedores demonstrando muitos dos produtos.

IMG_5117 (Copy) IMG_5130 (Copy) IMG_5132 (Copy) IMG_5134 (Copy)IMG_5145 (Copy)

No setor de pelúcias, é possível comprar um Pretzel de Pelúcia, um dos símbolos de NY e que você encontra em todos os vendedores ambulantes das ruas da cidade. Outra coisa bem legal é o departamento onde estão os produtos da Lego, com a reconstrução de edifícios famosos. No andar inferior, ainda encontramos uma parte totalmente dedicada a jogos eletrônicos, não espere um departamento com muitas opções, apenas os lançamentos mesmo.

IMG_5122 (Copy) IMG_5123 (Copy)IMG_5144 (Copy)IMG_5146 (Copy)

Considerações Finais

De modo geral, e em minha humilde opinião, uma loja específica para visitar se você for acompanhando de crianças pequenas, ou apenas movido pela curiosidade de conhecer aquela que foi um dos maiores ícones de lojas de brinquedos na década de 1.990 (lembro-me de quando colecionava a linha de bonecos dos X-Men lançadas pela ToyBiz e existiam produtos exclusivos lançados apenas nas lojas da rede). A fachada da loja, em meioTimes Square impressiona, mas, certamente, não retrata mais os dias de glória o qualteve. Além disso, soma-se que depois de 16 anos no mesmo ponto, a baixa das vendas fará a loja de 10 mil metros quadrados encerrar suas atividades e buscar um novo endereço.

Galeria de Imagens

 

Leave a reply