Personagem

Rogue (no Brasil, Vampira) é uma personagem de histórias em quadrinhos da editora Marvel Comics, integrante dos X-Men. Sua primeira aparição foi em The Avengers Annual número 10 de 1981, e seu poder mutante é a habilidade de sugar a vitalidade, memória e poderes de outros seres vivos através do contato com a pele. Seu nome de batismo é Anna Marie e levou mais de uma década antes que fosse devidamente citado (numa história escrita por Chris Claremont).

Vampira é uma bela moça (ou, segundo o Esmaga-Ossos dos Carrascos: “Um tesão sulista com mecha branca no cabelo“) que possui uma vida sofrida e trágica. Criada por sua severa tia Carrie após eventos dramáticos envolvendo seus pais, a jovem Anna Marie fugiu de casa e acabou adotada pela transmorfa Mística e sua companheira, a precongnitiva cega Sina. O poder mutante de Vampira manifestou-se pela primeira vez no início da adolescência, quando em sua casa a menina beijou um garoto chamado Cody Robbins e sua mente foi invadida pelas memórias do rapaz, que entrou em coma permanente. Percebendo que nunca poderia viver com pessoas normais, Vampira começou a participar de atividades criminosas junto de sua mãe adotiva e, assim como Mística, juntou-se à Irmandade de Mutantes. Em sua primeira missão, a inexperiente mutante enfrentou Miss Marvel (Carol Danvers) e absorveu permanentemente as memórias e poderes da heroína, incluindo super-força e capacidade de voar.

Perturbada pela sua falta de controle, Vampira bateu à porta dos X-Men pedindo ajuda e orientação. Foi inicialmente muito mal recebida pelos integrantes da equipe,porém convencido da sinceridade da jovem sulista, o professor Xavier aceitou-a como membro da equipe, mas foi somente depois de Vampira arriscar a vida para salvar a noiva de Wolverine, Mariko Yashida, que os outros X-Men começaram a confiar na ex-vilã. Com o passar do tempo, Vampira provou ser uma das integrantes de maior atuação e valor na equipe. Posteriormente ela e Gambit se apaixonaram, apesar da impossibilidade dela tocá-lo sem causar danos. Participou, junto com outros 5 integrantes dos X-Men, do grupo especial que procurava pelos diários de Sina, que revelariam o futuro dos mutantes. Durante essas buscas, Vampira e Gambit perderam seus poderes, e aproveitaram a oportunidade para levar uma vida normal na comunidade solidária a mutantes de Vale Soleada, na Califórnia. Pouco depois, eles ajudaram os X-Men contra o predador de mutantes Borgan e retornaram à equipe. Anna Marie recuperou seu poder de absorção graças à habilidade de sua companheira de equipe, Sábia, de despertar o potencial genético latente.

Confusa quanto ao seu passado, Vampira saiu em busca de suas origens. Descobriu que seus pais faziam parte de uma comunidade que visava alcançar os Bancos Distantes, um mundo de sonhos que só pode ser atingido por meio de um estado alterado de consciência. Porém, no desespero de chegar ao lugar místico a qualquer custo, o pai de Vampira, Owen, traiu sua esposa Priscilla, que se sacrificou para proteger os Bancos Distantes de pessoas egoístas como seu marido. Viajando até esse plano extradimensional, Vampira conseguiu fazer as pazes com o espírito de sua mãe.

Vampira participou de diversas formações dos X-Men e esteve no exílio na Austrália junto com Wolverine, Tempestade, Colossus, Psylocke, Cristal, Longshot e Madelyne Pryor (clone de Jean Grey) após os acontecimentos da saga ¨Queda de Mutantes“, onde foram dados como mortos. Atualmente Vampira é lider de uma divisão dos X-Men, tendo sucesso em várias missões onde se apresentam como uma equipe mais eficaz e agressiva nos campos de atuação e batalha. Com essa liderança Vampira está muito mais determinada, forte e madura, sendo uma das mutantes mais poderosas da Terra.

Fonte: Wikipedia

Detalhes da Peça

Embalagem: Como de praxe nas embalagens de estátuas produzidas pela Sideshow Collectibles, essa não poderia fugir a regra, sendo composta por uma embalagem de papelão, com arte temática de acordo com o personagem (nesse caso, a arte é do mais que renomado e rei das “quase pin-ups” Adam Hughes). As peças vêm todas protegidas individualmente por um material similar a papel-manteiga e depois embaladas em pequenos sacos plásticos, depois todas as partes são encaixadas no isopor, propiciando a proteção adequada para o material da estátua (resina cold-cast).

Escultura: A escultura desta Comiquette (estátua 100% em resina, sem partes em tecido e de escala menor quando comparada as Premium Formats) está muito fiel ao “Art Concept” de Adam Hughes, ou seja, extremamente sensual, cheia de curvas. Os detalhes da base estão realmente muito bem feitos, retratando o entulho gerado por uma parede destruída após ser “atravessada” pela Vampira com sua invulnerabilidade e super-força, lançando tijolos e blocos por todos os lados. A leveza nos traços de Adam Hughes é trazida a vida com magnitude, impressionando pela plasticidade dos movimentos, a maneira como as pernas estão cruzando a parede, o sorriso e, o mais impressionante, a maneira como a luva sendo retirada foi retratada (chega a dar a impressão de ter sido feita em látex), trabalho impressionante dos escultores da Sideshow Collectibles.

Pintura: As peças da Sideshow Collectibles, seja as Comiquettes ou Premium Formats, sempre são pintadas a mão e o padrão de qualidade foi mantido. O rosto está muito bem pintado, evidenciando a maquiagem da personagem, porém, quando comparamos o resultado final, percebemos que não ficou 100% fiel a arte originalmente feita por Adam Hughes. O tom metálico escolhido para a roupa simula com realidade extrema as cores de vestimentas do gênero, feitas de látex e tão cultuadas por fetichistas de plantão. A base é muito bem pintada e finalizada, garantindo grande realismo aos blocos e tijolos da parede destruída pela Vampira. Um trabalho de perfeita execução e grande bom gosto.

Articulações: Não possui.

Acessórios: A figura não acompanha  acessórios (tirando os itens da base: Tijolos).

Roupa/Vestimenta: Não há partes de tecido como nas estátuas Premium Format, sendo o uniforme fixo ao corpo da personagem, fazendo parte da escultura. O uniforme não retrata uma das minhas fases favoritas (sendo a que ela era desenhada pelo Jim Lee, a qual serviu de inspiração para a Premium Format, a qual vocês verão logo mais por aqui), mesmo assim, a execução do mesmo está primorosa (novamente o ponto alto fica por conta da luva sendo retirada). As botas também estão muito realistas, com extrema atenção ao solado das mesmas.

Ano de Lançamento e Fabricante: 2008, Sideshow Collectibles.

Quantidade de peças produzidas: 1000 (versão exclusive, a qual acompanha arte conceitual de Adam Hughes) e 1500 (versão regular).

Dimensões: 40,64cm (H) x 22,86cm (P) x 25,4cm (D); 5,44 Kg.

Escala: 1/5.

Valor: na data de lançamento o valor da peça era de USD 149,99, porém, atualmente você consegue encontrar a mesma entre USD 250,00 e USD 300,00.

Onde Comprar: a figura utilizada nesse review foi adquirida diretamente nos EUA, porém vale a pena consultar em nossa loja parceira, a Toyshop Brasil.

Considerações Finais

Uma belíssima e sensual peça para os fãs de X-Men, consideravelmente rara e uma peça obrigatória para os fãs de Adam Hughes ou mesmo da linha Comiquette da Sideshow Collectibles.

Comentem, opinem! Isso é crucial para que possamos melhorar a qualidade dos nossos reviews!

Galeria de Imagens

 

Leave a reply