Personagem

Mística (Mystique, na versão original em inglês), é uma personagem do Universo Marvel, publicado pela Marvel Comics, aparecendo com mais frequência nas histórias dos X-Men. Seu verdadeiro nome é Raven Darkholme.

Desde muito nova, Raven Darkholme aprendeu a ter controle sobre seu dom mutante de transmutação, podendo manter sempre falsa aparência humana. De acordo com um retcon escrito pelo roteirista Chuck Austen, ela teve um relacionamento, na Alemanha, com o Demônio Azazel (enquanto era casada com o Barão Christian Wagner) até o dia em que ela deu à luz Kurt Wagner, um mutante dotado de pele azul e aparência demoníaca (parecido com Azazel), que mais tarde se tornaria o Noturno, integrante dos X-Men. Perseguida pela ira dos habitantes locais, foi obrigada a jogar o recém-nascido em um rio para salvar sua própria vida.

Incapaz de mostrar seu verdadeiro rosto, com medo de discriminação, Mística se tornou uma mestra em manipular as pessoas e mentir para garantir sua sobrevivência com os humanos. Mas usar seus poderes em prol da humanidade mostrou-se cada vez mais difícil e a cada insucesso ela ficava mais frustrada e raivosa. Em razão disso, passou a acreditar que a humanidade era sua ferrenha inimiga.

Assim, Mística veio a atuar como mercenária, trabalhando para a H.I.D.R.A. e, posteriormente, sendo a responsável pela segunda formação da Irmandade de Mutantes, que ganhou notoriedade ao tentar assassinar o Senador Robert Kelly, um ativista anti-mutante. Eles foram impedidos nessa e em muitas outras ocasiões pelos X-Men.

Ela viveu um caso amoroso com sua companheira de equipe Irene Adler, a Sina, e as duas adotaram uma jovem que mais tarde seria uma integrante de sua equipe, a mutante Vampira. Portanto, Mística é bissexual. O fanatismo de Mística e a sua incapacidade de ajudar no controle dos poderes de Vampira (veja os reviews que já fizemos da personagem aqui e aqui), fez com que essa pedisse ajuda a Charles Xavier e passasse então a integrar os X-Men, partindo o coração de sua “mãe“. Vampira era a terceira filha que ela perdia. O primeiro fora Noturno e o segundo Graydon Creed, o qual foi abandonado por Mística em um colégio interno, visto que ela nunca aceitou sua condição de humano.

Posteriormente, ela conseguiu indulto por seus crimes ao vincular a Irmandade ao Governo Americano com o nome de Força Federal. Nesta fase, executou várias missões ordenadas pelo Governo, como a prisão de Magneto e até mesmo dos Vingadores, que estavam sendo investigados por traição. Também foram responsáveis pela captura do mutante fugitivo Rusty Collins que estava sob a proteção do X-Factor original.

Quando a Força Federal acabou, devido à morte de vários dos seus membros, uma nova formação do X-Factor assumiu seu lugar como conexão do governo, mediada por Charles Xavier e Valerie Cooper. Coincidiu com isso o fato de Sina ser assassinada por Legião (filho de Charles Xavier), fazendo Mística ficar mentalmente instável. Ela foi amparada por Forge, que tinha terminado seu relacionamento com Tempestade (veja review da personagem aqui) recentemente. O enlaço dos dois havia sido preconizado por Sina, que era uma mutante com o dom de ver o futuro. Logo eles iniciaram um romance, sendo que Mística aproveitou esse tempo para investigar os experimentos de Forge. Quando ele foi atacado por Trevor Fitzroy, membro dos Upstarts, ela o ajudou, sumindo em seguida.

Reapareceu um tempo depois tentando matar Legião, como forma de vingar a morte de Sina. Porém, isso coincidiu com os eventos que deram início à Era do Apocalipse, quando Legião morreu. Mística foi então capturada pelo X-Factor e obrigada, por meio da implantação de um inibidor neural, que a impedia de usar livremente seu poder, a trabalhar com a equipe por um bom tempo.

Mesmo sendo mantida em constante vigilância pelos demais membros da equipe, com o tempo ela conseguiu desativar o mecanismo, mas permaneceu no grupo por razões próprias, até que um menino mutante que ela protegia, Trevor Chase, foi agredido por militantes dos Amigos da Humanidade. Como vingança, ela planejou com sucesso a morte do líder da entidade: seu próprio filho Graydon Creed (embora atualmente haja divergência sobre o real objetivo de Mística ao planejar o suposto assassinato).

Ela em seguida abandonou após o X-Factor, quando descobriu que o governo havia implantado Dente-de-Sabre (veja review do personagem aqui) para matar o grupo. Decidida a matar o Senador Robert Kelly, ela mais uma vez reuniu a Irmandade de Mutantes e foi novamente impedida pelos X-Men, em uma batalha que custou a morte de Moira McTaggert e que fez Mística ferir gravemente Vampira. Mística também não saiu ilesa e ficou hospitalizada por meses. Recuperando-se em segredo, infiltrou-se na recém formada Tropa X (liderada por Banshee. Manipulando todo o grupo, deflagrou um enorme ataque sobre os principais centros europeus, objetivando iniciar a guerra entre mutantes e humanos, da qual acreditava que os mutantes sairiam vencedores. Durante o ataque, acabou matando Solar e cortou a garganta de Banshee.

Presa após o ataque, ela logo fugiu. Posteriormente atuou como operativa secreta do Professor Xavier, em missões arriscadas e secretas, em troca de proteção contra os inúmeros inimigos que adquiriu e ameaçavam sua vida. Porém, quando tentou trair o Professor, foi dispensada. Atualmente, após trair os X-Men novamente, ela foi caçada por Wolverine (veja review do personagem aqui), que a deixou mortalmente ferida e furiosa a mercê da própria sorte no meio de um deserto, declarando: “Eu irei ligar para meus amigos para virem me pegar, você não tem ninguém que se importe com você o suficiente para lhe salvar…”

FonteWikipedia

Detalhes da Peça

Embalagem: Como de praxe nas embalagens de estátuas produzidas pela Sideshow Collectibles, essa não poderia fugir a regra, sendo composta por uma embalagem de papelão, com fotos reais da estátua da personagem (nesse caso, a arte que inspirou a peça é do mais que renomado e rei das “quase pin-ups” Adam Hughes). As peças vêm todas protegidas individualmente por um material similar a papel-manteiga e depois embaladas em pequenos sacos plásticos, depois todas as partes são encaixadas no isopor, propiciando a proteção adequada para o material da estátua (resina cold-cast).

mystique-comiquette-sideshow-collectibles-adam-hughes (1)_1200x800

mystique-comiquette-sideshow-collectibles-adam-hughes (2)_1200x800

mystique-comiquette-sideshow-collectibles-adam-hughes (4)_1200x800

mystique-comiquette-sideshow-collectibles-adam-hughes (3)_1200x800

mystique-comiquette-sideshow-collectibles-adam-hughes (5)_1200x800

mystique-comiquette-sideshow-collectibles-adam-hughes (6)_1200x800

mystique-comiquette-sideshow-collectibles-adam-hughes (8)_1200x800

Escultura: A escultura desta Comiquette (estátua 100% em resina, sem partes em tecido e de escala menor quando comparada as Premium Formats) está muito fiel ao “Art Concept” de Adam Hughes, ou seja, extremamente sensual, cheia de curvas. Os detalhes da base estão realmente muito bem feitos, a peça esbanja sensualidade. A figura foi esculpida quase que em um único bloco, sendo composta por cinco (5) pedaços: um (1) braço direito com arma, uma (1) saia frontal, uma (1) saia traseira, um (1) corpo e uma (1) base. Os traços são simples, porém trazem enorme leveza e movimento a peça. O cabelo está belíssimamente esculpido, com um caimento muito natural. O rosto está delicado e a bocasem comentários – as fotos falam por si. As dobras da roupa, a movimentação da saia, as caveiras no cinto e arma, tudo muito bem retratado. A base é um caso a parterepleta de crânios, cada qual com seu próprio formato e características. Uma figura esculpidaquatro anos atrás e que não deixa a dever, em nada, para os últimos lançamentos da Sideshow Collectibles.

mystique-comiquette-sideshow-collectibles-adam-hughes (9)_1200x800

mystique-comiquette-sideshow-collectibles-adam-hughes (10)_1200x800

mystique-comiquette-sideshow-collectibles-adam-hughes (24)_1200x800

mystique-comiquette-sideshow-collectibles-adam-hughes (38)_1200x800

mystique-comiquette-sideshow-collectibles-adam-hughes (31)_1200x800

Pintura: As peças da Sideshow Collectibles, seja as Comiquettes ou Premium Formats, sempre são pintadas a mão e o padrão de qualidade foi mantido. O rosto está muito impecável, a caveira na testa está muito bem executada, os olhos demonstram lascívia e a boca, como já disse… bem… a boca é um profano convite. O cabelo está sensacional, mostrando todo o potencial de sedução que só as ruivas possuem. Não existem borrões na roupa ou no encontro dela com a pele da personagem, tudo no seu devido lugar (inclusive por entre os detalhes do “body” que ela traja).  A base é muito bem pintada e finalizada, garantindo grande realismo aos crânios (uma escolha muito sensata de cores). Um trabalho de perfeita execução e grande bom gosto – que, infelizmente, não vemos mais nas peças de hoje em dia feitas pela fabricante.

mystique-comiquette-sideshow-collectibles-adam-hughes (54)_1200x800

mystique-comiquette-sideshow-collectibles-adam-hughes (33)_1200x800

mystique-comiquette-sideshow-collectibles-adam-hughes (39)_1200x800

mystique-comiquette-sideshow-collectibles-adam-hughes (36)_1200x800

Articulações: Não possui.

Acessórios: A figura não acompanha  acessórios.

Roupa/Vestimenta: Não há partes de tecido como nas estátuas Premium Format, sendo o uniforme fixo ao corpo da personagem, fazendo parte da escultura. O uniforme escolhido não poderia ser outro, retratando a vestimenta clássica da personagem – com uma doce pitada de erotismo propiciada pelas aberturas na lateral do “body”, ou mesmo nos volumosos seios da personagem. A roupa é extremamente colada ao corpo, evidenciando todas as curvas, que são quebradas pela leveza e movimentação da saiadevidamente adornada por um cinto de caveiras. As botas também estão muito bem executadas, combinando perfeitamente com as luvas. Vale lembrar que a saia é removível, sendo fixada na estátua por meio de imãs.

mystique-comiquette-sideshow-collectibles-adam-hughes (12)_1200x800

mystique-comiquette-sideshow-collectibles-adam-hughes (15)_1200x800

mystique-comiquette-sideshow-collectibles-adam-hughes (47)_1200x800

mystique-comiquette-sideshow-collectibles-adam-hughes (19)_1200x800

mystique-comiquette-sideshow-collectibles-adam-hughes (45)_1200x800

mystique-comiquette-sideshow-collectibles-adam-hughes (32)_1200x800

mystique-comiquette-sideshow-collectibles-adam-hughes (46)_1200x800  mystique-comiquette-sideshow-collectibles-adam-hughes (48)_1200x800

mystique-comiquette-sideshow-collectibles-adam-hughes (16)_1200x800

Ano de Lançamento e Fabricante: 2010, Sideshow Collectibles.

Quantidade de peças produzidas: 550 (versão exclusive, a qual acompanha arte conceitual de Adam Hughes) e 2.500 (versão regular).

mystique-comiquette-sideshow-collectibles-adam-hughes (55)_1200x800

Dimensões: 40,64cm (H) x 25,40cm (P) x 15,24cm (D); 3,63 Kg.

Escala: 1/5.

Valor: na data de lançamento o valor da peça era de USD 174,99, porém, atualmente você consegue encontrar a mesma entre USD 450,00 e USD 600,00.

Onde Comprar: a figura utilizada nesse review foi adquirida diretamente nos EUA, porém vale a pena consultar nossas lojas parceiras.

Considerações Finais

Uma figura perfeita e, em minha opinião, mil vezes mais bonita que a Premium Format da mesma fabricante. Sensualidade, erotismo, morte, luxúria… essa estátua e a perfeita comunhão de uma série de Pecados Capitais. Foi com ela que comecei minha coleção de estátuasconfesso que meio a contragosto – mas depois, não consegui parar de aumentar a coleção (e já estou quase na casa de cinquenta estátuas!). Uma pena que a Sideshow Collectibles tenha feito tão poucas estátuas baseadas nos traços do artista Adam Hughes. Se você quer começar uma coleção de “Femme Fatales” eis aqui uma boa pedida para investir seu dinheiro. Mais do que recomendada!

Comentem, opinem e compartilhem o post!

Galeria de Imagens

 

 

Leave a reply