Personagem

Esse diorama retrata um épico embate entre o Mestre do Magnetismo e uma, tão temida pelos mutantes, Sentinela.

Magneto (Erik Magnus Lehnsherr, nascido Max Eisenhardt) é um personagem do Universo Marvel criado e publicado pela editora Marvel Comics. Magneto é terrorista mutante com enormes poderes de manipulação de campos magnéticos, além de controlar qualquer tipo de metal, incluindo o Adamantium. Possui também um capacete que o protege contra ataques psiônicos. Sua primeira aparição foi em X-Men Volume #1, em 1.963, sendo o primeiro vilão a ser enfrentado pelo grupo.

Nascido Max Eisenhardt, foi perseguido junto com sua família, por serem de origem judaica. Após ver todos seus familiares serem mortos, foi mandado para o campo de concentração de Auschwitz onde trabalhou como Sonderkommando. Lá ele também conheceu uma Romani chamada Magda, e os dois fugiram do campo de concentração durante uma revolta em 4 de Outubro de 1.944. Com muita dificuldade, ele reconstruiu sua vida, teve uma filha com Magda, Anya, e passou a atender pelo nome “Magnus“. Apesar de Magnus ser chantageado por um capataz a dar metade de seu salário para manter seu emprego, eles viviam tranquilamente em uma vila russa. Ao recusar-se a continuar a aceitar a chantagem, Magnus teve sua casa incendiada por esse mesmo capataz e não recebeu ajuda de nenhum vizinho. Após ver sua filha ser queimada viva, ele utilizou seus dons de controle do magnetismo para matar todos que estavam no local, revelando pela primeira vez, seus poderes mutantes publicamente. Chocada com a cena, Magda o abandona, sem que ele soubesse que ela estava grávida novamente. Ela andou até chegar à Montanha Wundagore, onde foi acolhida pelo Alto Evolucionário e, ajudada pela criatura Bova, teve seus dois filhos gêmeos bivitelinos: um menino igual ao pai e uma filha igual a mãe. Magda fugiu tanto que pode andar, deixando as crianças aos cuidados do Alto Evolucionário, que os repassou a Django Maximoff, um cigano que morava com numa tribo nas proximidades da montanha. Magnus também assume a identidade de “Erik Lansherr, o Sinto“.

Em um hospital em Israel, Magnus conheceu o Professor Charles Xavier. Os dois se tornaram aliados, com frequentes discussões sobre o rumo que os mutantes deviam ter. Após os dois resgatarem uma amiga mútua, Gabrielle Haller, do Barão Strucker, Magnus se apoderou da reserva de ouro do barão, e se separou de Charles por ter visões conflitantes das dele, passando a assumir o nome de Magneto. Desde então, ele abandonou a crença na humanidade, passando a acreditar que somente dominando-a, os mutantes poderiam ter alguma chance de sobreviver. Magnus passa a atuar como terrorista, lutando a favor dos mutantes contra a humanidade. Em sua primeira aparição pública como Magneto, ele entra em conflito com a primeira formação dos X-Men (também em sua primeira missão), ao tentar roubar mísseis nucleares americanos. Na tentativa de criar um império mutante, Magnetoliderou duas equipes para fazer frente aos X-Men: a Irmandade de Mutantes e os Acólitos.

Curiosamente Magneto também já liderou os X-Men em duas ocasiões. A primeira foi durante a estada do Professor X fora da Terra, quando ele foi levado para o Império Shiar para receber tratamento médico. Nessa época, acreditava-se que Magneto pretendia se regenerar e o próprio professor Xavier deu-lhe a função de líder. Esse momento marca a saída dos membros originais dos X-Men, que não aceitaram ser guiados por seu ex-inimigo, para formar o X-Factor. A liderança de Magneto sobre os pupilos de Xavier foi encerrada à força quando ele deliberadamente não impediu a morte do mutante Cifra (membro dos Novos Mutantes). A outra situação em que liderou os X-Men foi na realidade alternativa apresentada na saga Era do Apocalipse, na qual inspirado pela morte de Xavier numa tentativa de salvá-lo, Magneto adotou para si os ideais de convivência pacífica entre homens e mutantes.

Posteriormente, porém, retomou sua ideias de domínio mundial, sendo o principal vilão de várias sagas, tais como Guerra Magnética, onde (com a ajuda do androide Ferris) ele obteve controle de toda energia eletromagnética do planeta, chantageando a ONU e exigindo que ele fosse declarado soberano de Genosha. Apesar da resistência dos X-Men e do sacrifício de Joseph (que morreu para que a energia eletromagnética da Terra não saísse de controle), Magneto obteve o que queria. Como soberano de Genosha, ele organizou um exército mutante, disposto a dominar a Terra (eventos mostrados na saga Amanhecer Violento), sendo detido por Wolverine, que aparentemente o matou. Magneto porém, ressurgiu meses depois, se aliando novamente a Xavier, depois de Cassandra Nova usar dois Sentinelas- Gigantes para devastar Genosha. Atualmente ele está sem os poderes, devido ao Dia M.

Já as Sentinelas… são robôs (criados originalmente por Bolivar Trask), construídos para capturar ou exterminar mutantes. Os Sentinelas já foram utilizados por vários grupos para tentar destruir os X-Men, entre eles o Governo norte-americano e o de Genosha. Em duas situações mutantes usaram Sentinelas contra outros mutantes: O viajante do tempo Trevor Fitzroy os usou para enfrentar os X-Men, e Massacre para controlar a cidade de Nova Iorque. Caracterizados como robôs gigantes, os Sentinelas tem a capacidade de se adaptar aos poderes de seus alvos. O maior danocausado à população mutante por esses robôs, foi engendrado por Cassandra Nova, que utilizou dois Sentinelas gigantes para eliminar milhões de mutantes em Genosha.

Fonte: Wikipedia

Mas vamos ao que interessa…

Detalhes da Peça

Embalagem: embalagem no já consagrado padrão: caixa de papelão, isopor e papel manteiga envolvendo as peças para evitar que a pintura seja danificada. Nas partes frontal e traseira, temos a arte conceitual na qual a figura foi baseada, nas laterais, encontramos o logotipo do Magneto e, na parte inferior, as informações sobre o produto. A embalagem é bem grande (significativamente maior que a do Battle Diorama anterior, do Homem Aranha vs. Venom – veja AQUI), medindo 63,5 cm (altura) x 61,5 cm (largura) x 25,5 cm (profundidade). Nenhuma grande novidade neste quesito.

Escultura: existem duas maneiras bem distintas de analisar a escultura dessa peça: 1) o conjunto da obra, 2) por partes. Se olharmos  a peça como um todo, a proposta do conjunto impressiona. Temos um Magneto muito bem esculpido anatomicamente (embora eu ache que a capa em resina torna o aspecto das peçaspesado” – questão de gosto). Muito se comentou sobre a HeadEx“, sem capacete, onde várias piadinhas foram feitas sobre a fisionomia lembrar a do cartunista, Ziraldo (criador do Menino Maluquinho) – impressão essa que se deve, em sua maior parte, ao cabelo. A cabeça com capacete representa com perfeição o visual clássico do personagemapenas o material que é um tanto quanto frágil, tendo os pequenoschifrinhos” do elmo vindo quebradosna caixa, logo que a figura foi adquirida. A base é de “peso” (em todos os sentidos), com uma Sentinela alvejada por uma viga de aço, pedaços de sua carcaça violentamente danificados (lataria amassada e muitos pistões fazendo a parte mecânica do robô) e um braço em riste, seja na tentativa de lançar sua última rajada de um dos propulsores em sua mão contra Magneto, ou em um movimento daquele que desfalece após o derradeiro golpe. Visto o todo, vem minha “crítica“. Anatomicamente falando, a Sentinela é desproporcional. Me explico: mãos pequenas demais quando comparadas ao antebraço. O modo como o Magneto se encaixameio solto” ao braço me causou certa impressão. Em resumo, na média, a figura passa.

MAGNETO_VS_SENTINEL_BATTLE_DIORAMA_IRON_STUDIOS_TOYREVIEW.COM (1)MAGNETO_VS_SENTINEL_BATTLE_DIORAMA_IRON_STUDIOS_TOYREVIEW.COM (13)MAGNETO_VS_SENTINEL_BATTLE_DIORAMA_IRON_STUDIOS_TOYREVIEW.COM (41)MAGNETO_VS_SENTINEL_BATTLE_DIORAMA_IRON_STUDIOS_TOYREVIEW.COM (55)MAGNETO_VS_SENTINEL_BATTLE_DIORAMA_IRON_STUDIOS_TOYREVIEW.COM (60)MAGNETO_VS_SENTINEL_BATTLE_DIORAMA_IRON_STUDIOS_TOYREVIEW.COM (63)

Pintura: pintura “chapada” – leia-se sem ou com pouquíssimo sombreamento – em quase todo Magneto (algo muito similar ao que tivemos no diorama do cabeça de teia), salvando-se apenas o elmo metalizado (que, em minha opinião, destoa do restante da peça) nos moldes do que é apresentado na já conhecida linha Art Scale em escala 1/10 da mesma fabricante. Em compensação, na Sentinela… os brilhos e sombreamentos estão presentes, até mais do que o necessário, criando uma certa confusão no padrão de cor que acaba por ficar desconexo com partes em corchapada” e outras com extremo brilho… a impressão que fiquei é de que é uma Sentinelaa la Romero Brito“. De modo geral não é ruim, mas uma maior uniformização do esquema de cores adotado faria a peça ter um aspecto mais parrudo e menos artificial – em teoria, a lataria da Sentinela deveria apresentar as mesmas cores na mão, antebraço, ombreiras e partes da cabeça, mas veja como elas mudam de uma parte a outra, parece até que uma parte é de resina, outra de plástico, e não uma lataria uniforme, como temos em um carro ou tanque de guerra… será que o Trask estava em contingência de gastos quando projetou esse modelo?

MAGNETO_VS_SENTINEL_BATTLE_DIORAMA_IRON_STUDIOS_TOYREVIEW.COM (11) MAGNETO_VS_SENTINEL_BATTLE_DIORAMA_IRON_STUDIOS_TOYREVIEW.COM (15) MAGNETO_VS_SENTINEL_BATTLE_DIORAMA_IRON_STUDIOS_TOYREVIEW.COM (18) MAGNETO_VS_SENTINEL_BATTLE_DIORAMA_IRON_STUDIOS_TOYREVIEW.COM (21) MAGNETO_VS_SENTINEL_BATTLE_DIORAMA_IRON_STUDIOS_TOYREVIEW.COM (26) MAGNETO_VS_SENTINEL_BATTLE_DIORAMA_IRON_STUDIOS_TOYREVIEW.COM (40)

Articulações: A figura não possui articulações.

Acessórios: A figura não possui acessórios, todos os itens que acompanham a peça não são opcionais para sua exibição – com exceção da segunda cabeça na versão exclusiva. No entanto, vou aproveitar o espaço dedicado aos acessórios para falar um pouco sobre a função de “light-up” ou, abrasileirando, “iluminação“. Esse item, tem ganho a fama de ser o grande vilão da composição de preço de algumas figuras da Iron Studios. Primeiro ouvimos isso com esse Magneto, depois as diferenças de valor no Diorama Hulk vs. Hulkbuster em escala 1/6 (uma diferença de 320% entre itens de uma mesma série, com a maior justificativa para uma variação de preço que sai de R$ 999,99 para R$ 3.200,00 sendo, adivinhem, os LEDs!). Mas vamos nos ater ao review da peça em si… contando com LEDs na palma da mão direita (um dos reatores), olhos e na parte interna da boca, o efeito de iluminação da peça agrada, e bastante. O interruptor para acessar a iluminação fica na parte traseira da base e é alimentado por duas pilhasAA“, cujo compartimento se encontra na parte inferior, onde temos uma estranha surpresa

MAGNETO_VS_SENTINEL_BATTLE_DIORAMA_IRON_STUDIOS_TOYREVIEW.COM (54)MAGNETO_VS_SENTINEL_BATTLE_DIORAMA_IRON_STUDIOS_TOYREVIEW.COM (57)

O mistério da base…

Confesso ter achado no mínimoestranho” me deparar com o logotipo do Wolverine na base de uma figura do Magneto. Em anos de colecionismo, já havia visto muita coisa, mas isso prova que sempre podemos ser surpreendidos. Como um veículo de comunicação responsável e comprometido com os colecionadores, a primeira coisa que fiz depois de ver esse “detalhe” foi entrar em contato com o fabricante para entender a razão pela qual o Wolvineto, digo, Magerine, ops… personagem tinha em sua base o nome que não era o seu e, para minha surpresa, descobri que não era a primeira vez que isso ocorria em um produto da Iron Studios. Eis a reprodução da informação enviada pelo fabricante:

São questões legais de contrato. Como em outros modelos já lançados e revisados, cada item deve conter o nome da licença enviada pela Marvel, Nome do Personagem e Logo. Não podemos excluir/omitir o logo, pois esses foram os direitos de imagem negociados com a Marvel. Sendo assim, você também poderá ver o mesmo ocorrendo em outras figuras dos mutantes.

MAGNETO_VS_SENTINEL_BATTLE_DIORAMA_IRON_STUDIOS_TOYREVIEW.COM (65)

Roupa/Vestimenta: uniforme tradicional do Magneto, muito bem reproduzido e executado. Como já comentei no item pintura, ficou faltando apenas um pouco de sombreamento.

MAGNETO_VS_SENTINEL_BATTLE_DIORAMA_IRON_STUDIOS_TOYREVIEW.COM (51)MAGNETO_VS_SENTINEL_BATTLE_DIORAMA_IRON_STUDIOS_TOYREVIEW.COM (3)

Ano de Lançamento e Fabricante: 2.015, Iron Studios.

Quantidade de peças produzidas: a tiragem produzida é de 330 peças.

Dimensões: 56,00 cm (H) x 40,00 cm (D); 7,00 Kg (pesado pra caramba!).

Escala: 1/6.

Valor: o valor da peça gira em torno de R$ 1.500,00 (embora algumas lojas scalpers estejam vendendo a peça por “módicosR$ 2.999,99! O DOBRO do valor pelo qual foi lançada a menos de dois meses).

Onde Comprar: a figura utilizada nesse review nos foi cedida pelo thepurist, grande amigo e um dos moderadores do Fórum ToyReview.com.br (já se inscreveu? Clique AQUI e faça sua inscrição).

Video Review

Considerações Finais

Para aqueles que acreditavam que a ToyReview.com.br havia se vendido… eis o review que prova extremamente o contrário. Não somosfanboys” ou mesmohaters“. Nosso compromisso é em avaliar colecionáveis, de maneira imparcial, permitindo que os colecionadores tenham acesso a informação de qualidade que os auxiliem na aquisição de itens para seus acervos – essa é, e sempre será, a razão da existência desse site. A Iron Studios a cada dia que passa vem se mostrando um fabricante competente e que não faz feio frente aos seus concorrentes internacionais, porém, assim como os demais players, as vezes, escorrega… o diorama é extremamente legal, mas não concordo com essa “hype” na peça (hoje mesmo, 20/09/2015, tem uma loja vendendo a peça por R$ 5.999,99! Isso é preço de uma XM Studios a qual, por uma questão de gosto, acho uma representação muito mais fiel do Mestre do Magnetismo). A execução é bem feita, o conceito agrada, mas a Iron Studios precisava ter “acertado mais a mão” em alguns aspectos da pintura, escultura e, até mesmo, contratuais (vide o bizarro caso da questão da licença). Quando levamos em consideração o custo x benefício da peça, pelo valor no qual foi lançada, acho justo, mas, ao vermos o caminho que está sendo trilhado, não acho que seja um investimento válido. Sem sombra de dúvidas, é uma excepcional representação do Magneto, mas infelizmente, ao meu ver, só está atraindo as moedas para determinadas contasEspero que a Iron Studios continue acertando nas próximas figuras, provando-nos que ouve seus consumidores e aprende com seus erros.

Galeria de Imagens

 

Leave a reply