Personagem

Gregory House, ou simplesmente House, é o anti-herói e personagem principal do seriado de TV americano homônimo, sendo interpretado pelo ator britânico Hugh Laurie (atormúsico multi instrumentista e escritor). Criado por David Shore (e tendo sua primeira aparição no piloto da série em 2005), House é o chefe do departamento de Medicina diagnóstica no fictício hospital escola de Princenton-Plainsboro em New Jersey, onde, por ventura, lidera um time de diagnosticadores. O personagem de House é comumente descrito como “misantropo”“cínico”“narcisista” e “rabugento”.

Na série, as abordagens de diagnóstico “não-ortodoxas” do personagem, motivos terapêuticos radicais, e racionalidade forte resultam em muitos conflitos entre ele e seus colegas. House também é conhecido pela sua falta de simpatia com os pacientes, tida como um artifício para lhe garantir mais tempo para solucionar enigmas patológicos. O personagem é parcialmente inspirado por Sherlock Holmes. Parte do enredo da série gira em torno do uso freqüente do medicamento Vicodin (um dos nomes comerciais da substância Dimeticona) pelo personagem, com o intuito de controlar a dor decorrente de um infarto do músculo quadríceps (na coxa) alguns anos antes, que o obriga a andar com a ajuda de uma bengala. Esse vício em Vicodin é também um dos muitos paralelos com Sherlock Holmes, que era um usuário habitual de cocaína.

Ao longo dos anos a série (e o seu personagem principal) receberam inúmeras resenhas positivas, sendo tido como “o personagem mais eletrizante a chegar na TV nos últimos anos” – declaração essa feita por Tom Shales do periódico The Washington Post. No ano de 2008 o Dr. House foi eleito segundo médico mais sexy da TV, ficando atrás apenas do Dr. Doug Ross, interpretado por George Clooney na série E.R. (que ficou conhecida como Plantão Médico aqui no Brasil). Hugh Laurie ganhou uma série de premiações em virtude de sua atuação, incluindo dois Globos de Ouro como melhor ator em uma série televisa de drama e o Screen Actos Guild Award de melhor ator em uma série de drama. Laurie também foi indicado ao Emmy nos anos de 20052007200820092010 e 2011.

Lembrando que está breve introdução foi roubada do review de outra peça sobre o personagem (veja aqui).

Detalhes da Peça

Embalagem:  Essa figura não possui embalagem “oficial“, tendo essa a qual utilizei no review/análise chegado a minha casa em um envelope simples dos correios. Então pegue algo para comer – não vá roubar o lanche do Wilson – vamos ver o que mais posso falar sobre essa peça

House_Toy_Review_Custom_ToyReview.com.br (1)

Escultura: A primeira coisa que devemos levar em conta ao julgar uma figura custom como essa é entender as limitações sob as quais a mesma é produzida. A produção é amadora – no sentido de não ter a mesma estrutura de produção que a de um grande fabricante como, por exemplo, a Hot Toys. Muitas vezes, o fabricante/artista é munido apenas de boa vontade, algum talento/talento razoável e o desejo e atender um nicho que nenhuma grande fabricante teve interesse em cobrir. Soma-se a isso tudo uma baixíssima tiragem de peças produzidasnão tenho idéia de como mensurar a quantidade de kits fabricados. Dito isso, posso afirmar que, na média, essa figura do House se saiu razoávelmente bem. O “headsculpt” (escultura da cabeça/rosto) é razoável, confesso que poderia ser muito melhor, mas em determinados ângulos, realmente lembra o ator Hugh Laurie – em outros, parece apenas um “cara vesgo”. O restante da peça é composto por um corpo qualquer em escala 1/6, sem padrão de qualidade, depende de quanto você quer investir para montar a peça.

House_Toy_Review_Custom_ToyReview.com.br (2)

House_Toy_Review_Custom_ToyReview.com.br (6)

House_Toy_Review_Custom_ToyReview.com.br (7)

House_Toy_Review_Custom_ToyReview.com.br (12)

House_Toy_Review_Custom_ToyReview.com.br (5)

Pintura: Primaria e simplista ao extremo, talvez valha apenas mencionar que a “barba” é o ponto forte. Sem mais.

Articulações: As articulações da figura são as “padrão” de qualquer corpo de figura em escala 1/6. Nãomuito o que discorrer sobre este item.

Acessórios: Um dos pontos mais interessantes desse “kit custom“. A peça acompanha: um (1) sanduíche (o qual creio piamente que ele tenha roubado do Wilson), três (3) potinhos de Vicodin – ou Dimeticonaeternos conhecidos dos fãs da série e duas (2) bengalas. Mais do que suficiente para montar a sua própria encarnação do House. Para dar um ar mais interessante a peça, adquiri uma cadeira de escritório em escala compatível para exibir a mesma.

House_Toy_Review_Custom_ToyReview.com.br (14)

Roupa/Vestimenta: O kit traz algumas peças clássicas do personagem (embora a qualidade seja péssima, seja no acabamento ou mesmo no tamanho, as roupas parecem que encolheram), são as peças: um (1) par de tênis Nike Shoxs conforme visto na primeira temporada da série, um (1) par de calças jeans, uma (1) camiseta branca, uma (1) camisa social azul e uma (1) jaqueta de couro negro – com listras brancas e vermelhas –  a qual tornou-se sua marca registrada ao longo da série, utilizada quando ele pilotava sua moto. A intenção foi muito boa, mas a execução…

House_Toy_Review_Custom_ToyReview.com.br (11)

House_Toy_Review_Custom_ToyReview.com.br (13)

House_Toy_Review_Custom_ToyReview.com.br (15)

House_Toy_Review_Custom_ToyReview.com.br (16)

Ano de lançamento e Fabricante: Esse kit foi comercializado ao longo de 2010 e início de 2011 e não tenho a mínima idéia ou indício de quem seja o fabricante (além de que era fabricado na China, como 90% das coisas que temos em circulação no mundo atualmente).

Quantidade de peças produzidas: Não existe informação oficial sobre a quantidade de peças fabricadas, mas suponho que tenham sido poucas, uma vez que não encontramos mais essa peça a venda e, quando aparecem está com preços absurdamente valorizados.

Escala: 1/6.

Valor: Na data de lançamento esse kit era vendido por USD 100,00, como há quase 2 anos não vejo um dele para ser comercializado, não saberia estimar o valor corrente da peça.

Onde Comprar: O jeito é ficar caçando em sites de leilões online, duvido que você vá encontrar isso em alguma loja, portanto, boa sorte!

Considerações Finais

O dito, dito está. Apesar de todas as falhas, a figura é a única a qual consegue trazer ao colecinador algo muito próximo a uma real possibilidade de ter em sua coleção uma encarnação em escala 1/6 de um dos mais icônicos e rabugentos médicosretratados. Eu a possuo em meu acervo pessoal e, salvo suas limitações, gosto muito da peça e recomendaria para qualquer da série! Por sinal, acho ela infinitamente superior a figura do Steve Jobs (veja aqui).

Comentem, opinem e compartilhem o post!

Galeria de Imagens

 

Leave a reply