Personagem

Criada pelo roteirista Len Wein e pelo artista Dave Cockrum, Illyana apareceu pela primeira vez na revista Giant-Size X-Men # 1 (Maio de 1975),  embora seu primeiro nome não tenha sido mencionado até Uncanny X-Men (vol. 1) # 145 (no ano de 1981). Em 1983 é lançada uma série chamada Magik (Illyana e Storm), apresentando a personagem envelhecida 7 anos em uma dimensão paranormal chamada “Limbo“, onde ela se tornou uma feiticeira e desenvolveu a habilidade mutante de criar “Discos de Teleporte“.

Após esse episódio ela une-se ao time adolescente conhecido como Novos Mutantes (New Mutants), aparecendo regularmente na publicação até a edição New Mutants (vol. 1) # 77 (no ano de 1989), no qual ela retorna para sua família na Rússia após ter sua forma revertida a infância. Como irmã mais nova de Colossus e membro dos Novos Mutantes, ela esporadicamente apareceu como convidada especial na publicação Uncanny X-Men, entre os números # 145 (no ano de 1981) e # 303 (em 1993) onde ela faleceu vítima do vírus Legado. Além de em “flashbacks” e “realidades alternativas“, a personagem permaneceu ausente de publicações regulares durante a maior parte da década de 1990, apesar de fazer pequenas aparições como uma “viajante do tempo” na publicação New Mutants: Truth or Death # 1-3 (no ano de 1997).

Após ser ressuscitada  pelo demônio Belasco, ela retorna as publicações regulares em 2007, nas revistas New X-Men # 38-41 (no ano de 2007), X-Infernus # 1-4 (no ano de 2009), X-Men: Hellbound # 1-10 (no ano de 2010) e New Mutants (vol. 3) # 1-29 (nos anos de 2009 a 2011). Como uma membro do Time de Extermínio do Cíclope ela apareceu nas publicações Uncanny X-Men (vol. 2) # 1-20 (no ano de 2012), Avengers vs. X-Men # 1-12 (no ano de 2012) e AVX: Versus # 3 (no ano de 2012). Atualmente sua lealdade é a Cíclope, conforme visto nos eventos mostrados em AVX: Consequences # 1-5 (no ano de 2012) e sua afiliação a ele nas publicações All-New X-Men e Uncanny X-Men (vol. 3).

OK, dada essa “visão geral” da personagem, como diabos surgiu a “Darkchilde“? Vou tentar resumir

Basicamente… após Belasco destituir Amanda Sefton do comando do Limbo e, após ver Illyana Rasputin durante a saga “House of M” e perceber que a mesma carregava uma tocha para Amanda, o demônio criou um poderoso feitiço para que ela voltasse a seu julgo. O feitiço tinha como objetivo trazer a tona as memórias e a essência reminiscente  de Illyana as quais ainda encontravam-se presas na dimensão do Limbo. A “essência” que encontrava-se latente então tomou a forma de Darkchilde, uma versão semi-demônica de Illyana corrompida e transformada por meio da magia negra. Infelizmente, Belasco não ficou satisfeito com a sua nova criação, alegando que essa não era a verdadeira Illyana Rasputin (dado que a mesma não possuía a alma de Illyana) e a baniu para partes distantes do Limbo.

Illyana agora com a sua personalidade de Darkchilde, eventualmente veio a descobrir alguns dos adolescentes e Novos X-Men sendo atacados por uma horda de demônios. Após auxiliar os mutantes contra os demônios, ela utilizou um feitiço para imobilizar os mesmos e roubar parte da alma da mutante Pixie com o intuito de criar uma “bloodstone” e uma nova espada, dado que Illyana sentiu que dentre os presentes, Pixie era a que tinha a alma mais pura/inocente. Esse feitiço foi quebrado por Anole, que se livrou do encantamento e afugentou Illyana.

Illyana acabou sucumbindo a sua personalidade de Darkchilde e proclamou o seu desejo de criar mais “bloodstones” para que pudesse atingir o poder similar ao de uma Deusa. Antes que Illyana pudesse iniciar o processo, no entanto, ela foi interrompida pela chegada de seu irmão, Colossus, o qual estava investigando o aparente retorno de sua irmã a vida. Uma Illyana repleta de dor rejeita a oferta de ajuda feita por seu irmão, e manda todos de volta a terra, clamando de volta o trono do Limbo e informando a S’ym e N’astirth, uma vez mais seus servos, que sua próxima ação seria retomar a sua alma.

Intimamente motivada por sua amizade com Lince Negra e seu amor por Colossus, Illyana tentou resgatar sua alma por meio do amor e se teleportou ao Instituto Xavier encontrando-o abandonado e destruído. Entristecida e enfurecida, ela declara que não teria sua alma de volta por meio do amor, mas sim por meio do sofrimento e que ela iria caçar aqueles que erraram para com ela e fazer com que eles pagassem por isso com suas almas. De volta ao Limbo, Illyana atacou diversos demônios em sua busca pelo amuletobloodstone“, enfurecendo-se quando se referiam a ela por seu nome enquanto humana. Suas ações foram percebidas por demônios como Mephisto, Coração Negro, Sattannish, Dormammu e Hela. A filha de Belasco, Witchfire, apareceu durante uma reunião com esses demônios revelando que ela era a detentora do amuleto o qual Illyana buscava e jurando retomar o lugar que era de seu pai no Limbo.

Voltando a base dos X-Men em São Francisco, Pixie ataca Noturno com sua adaga espiritual durante uma sessão de treinamento na Sala de Perigo e nesse processo acidentalmente descobriu onde a espada de Magik estava escondida – dentro de Noturno. Sentindo sua presença, Illyana teleporta-se para retomar sua espada. Pixie então entra em combate com ela, recusando-se a entregar a espada a Illyana e também ordenando que a mesma devolvesse a “bloodstone” que foi criada a partir de sua alma. Illyana facilmente derrota Pixie e retoma sua espada, transformando-se então de Darkchilde para Magik.

Tremenda história complicada… vamos ao review

Detalhes da Peça

Embalagem: Já faz um tempo desde que fiz o review de uma Comiquette (ultimamente, só dei atenção as Premium Formats) da Sideshow Collectibles. Como já é regra, a embalgem composta por uma caixa de papelão, com arte temática de acordo com o personagem (nesse caso, temos ilustrações da personagem, invadindo as laterais, a parte frontal e a traseira, além do logotipo estilizado da personagem) – particularmente acho que a adoção da ilustração ao invés de fotos reais da peça, propicia um ar mais “comics” e intimista a embalagem. As peças vêm todas protegidas individualmente  , seja em pequenos sacos plásticos ou em material similar a papel manteiga, depois todas as partes são encaixadas no isopor, propiciando a proteção adequada para o material da estátua (resina cold-cast). A embalagem está no padrão de tamanho médio encontrado em peças dessa escala (1/5), nem grande e nem pequena demais.

Escultura: A escultura desta Comiquette (ao contrário do conceito das Premium Format onde a estátua é em “mixed media“, ou seja, que combina elementos como resinatecido e metais, as Comiquettes são inteiramente esculpidas em resina, sem adornos de outros materiais) foi extremamente bem realizada. A atenção aos detalhes surpeende, sejam nos chifres, nas “cota de malha” das vestes, nos “pêlos” dos cascos, no cabelo e mesmo na musculatura. Tudo converge para um resultado perfeito que mistura a extrema beleza da personagem em contraste com sua parte demoníaca. O cabelo tem uma movimentação muito adequada a pose que a figura é retratada e a base chama muita atenção, retratando um solo rochoso, lápides com símbolos que remetem a runas, crânios, ossos e lava borbulhando. Vale comentar que a peça é composta de quatro (4) partes sendo: uma (1) base, uma (1) mão direita empunhando o machado, uma (1) cauda e um (1) corpo com tronco, pernas, braços e cabeça.

Pintura: As peças da Sideshow Collectibles, seja as Comiquettes ou Premium Formats, sempre são pintadas a mão e o padrão de qualidade foi mantido. O trabalho foi minuncioso, tomando todo cuidado, com o rosto (boca e olhos) e, por ser uma personagem que tem muitas nuances e transições no seu corpo – no melhor estilo sátiro – o trabalho e atenção da Sideshow foram redobrados. Atenção especial também foi dada na pintura das partes que simulam metal envelhecido, como o machado, ombreirasjoelheiras e pulseiras.

Articulações: Não possui.

Acessórios: A figura não companha acessórios, mas vou colocar aqui, por minha conta e risco, o enorme machado.

Roupa/Vestimenta:  Esse é um ponto interessante a ser discutido sobre a figura, pois a mesma tem todo um “ar medieval“. O caimento das partes que simulam tecido no busto e a saia estão muito bem executados. As partes em “cota de malha” surpeendem pelo nível de detalhamento. Acredito que ao contrário do que a Sideshow vinha fazendo em outras peças, essa careceu de uma “calcinha fio dental” (coisa de pervertido, admito). A meia arrastão e as faixas nos braços complementam o visual.

Ano de Lançamento e Fabricante: 2012, Sideshow Collectibles.

Quantidade de peças produzidas: 500 (versão exclusive, a qual acompanha segundo braço com espada) e 1000 (versão regular).

Dimensões: 40,64 cm (H) x 20,32 cm (P) x 22,86 cm (D); 4,54 Kg.

Escala: 1/5.

Valor: na data de lançamento o valor da peça era de USD 269,99, porém, atualmente você consegue encontrar a mesma entre USD 399,00 e USD 800,00.

Onde Comprar: a figura utilizada nesse review foi adquirida em nossa loja parceira, a Toyshop Brasil.

Considerações Finais

Em minha opinião a melhor figura da personagem já lançada (acho muito mais legal do que a Premium Format da Illyana). Uma sensacional aquisição para os fãs das personagens do Universo Marvel e dos mutantes X-Men. O trabalho aqui executado pela Sideshow Collectibles foi primoroso. Minha única grande ressalva é a falta do detalhamento da calcinha, no mais, se você não se importa de ter uma mulher com cascos atormentando seus sonhos e arranhando o piso da sua salaCOMPRE!

Galeria de Imagens

 

 

 

Leave a reply