No mês do folclore, que tem seu dia internacional celebrado em 22 de agosto, um grupo de profissionais se une para buscar financiamento e produzir um curta de animação inspirado na da cultura nacional.

 

Eu sou Caipora é um projeto de financiamento que está sendo organizado pelo ilustrador e designer carioca Anderson Awvas junto do estúdio de animação Vivárte Produções, de São Paulo. Em 2013, Anderson criou, em 2013 um projeto chamado Folclore BR: Uma nova visão onde ideia principal é estar sempre buscando novas maneiras de falar do folclore brasileiro junto da cultura pop.

O ilustrador ficou bastante conhecido ao fazer uma série de cartazes onde trazia a provocação que ficou conhecida como “E se as animações da Disney fossem no Brasil?”. Nessas artes podemos ver grandes cartazes das animações como “Procurando Nemo” e “A pequena Sereia” dando espaço para “Procurando Sacy” e “A pequena Yara”. Os cartazes possuem até sinopse e vale muito pena conferir esses e outros aqui.

A Vivárte se intitula como uma organização artística que começou iniciante no mercado, mas já possuem diversos trabalhos profissionais ligados com a animação 3D como clipes e comerciais. Recentemente chamaram a atenção na web quando realizaram uma arte imaginando uma animação 3D do antigo programa Castelo Rá-Tim-Bum, que faz parte da nostalgia de muita gente e era exibido na TV Cultura. A arte ficou sensacional e realmente dá para imaginar ela acontecendo confira em detalhes aqui.

O Financiamento Coletivo da Animação

Eles estão entrando com uma campanha de financiamento coletivo através da plataforma Catarse para tentar realizar um curta-metragem produzido em animação 3D que contará a história de uma menina e a sua relação com a Floresta e a sua protetora, Caipora.

Chamada “Eu sou Caipora: A menina e o poder das matas”, a animação conta a história de Luana que é uma menina do interior de São Paulo, ama os animais e faz de tudo para protegê-los. Ela se inspira muito em sua vovó, e seu sonho é ser bióloga.

Outro personagem importante é Quiquinho, um macaco prego amiguinho de Luana. Porém, dois homens que estavam atrás de animais para contrabandear acabam capturando Quiquinho e a menina parte em busca de conseguir salvar seu amigo e outros animais. Para sua missão, ela busca apoio e inspiração em uma das histórias que sua avó contava para ela, a história de Caipora. Essa história possui um encantamento muito maior que ela poderia imaginar.

Para que este projeto está em fase inicial, mas para que se torne uma realidade ele precisa de apoio e o grupo está buscando esse suporte através da campanha de financiamento coletivo na plataforma Catarse com o modelo do “Tudo ou nada”, ou seja, se não atingirem a meta o dinheiro volta aos apoiadores e seguirá no mundo das ideias.

Ao apoiar a campanha você pode adquirir uma série de recompensas que vão de pôsteres com artes folclóricas até estátuas, miniaturas e um cordão importante na história da animação! Com produtos da Galeria Amazônica e da Kiya Miniaturas.

Saiba todos os demais detalhes da campanha estão na página da plataforma em catarse.mr/eusoucaipora

Acompanhe o Projeto

Você pode acompanhar o projeto Folclore BR buscando através das redes sociais ou pelo site oficial https://folclorebr.com. E saiba mais sobre o estúdio Vivárte em https://vivarte.net

 

Leave a reply