Personagem

Batman é um super-herói, personagem de histórias em quadrinhos publicadas pela editora norte-americana DC Comics, cuja primeira aparição alguns acreditam ter sido em desenhos de Frank Foster em 1932, e que foi publicado posteriormente na revista Detective Comics #27, em Maio de 1939. Batman foi co-criado pelo desenhista Bob Kane e o escritor Bill Finger, embora apenas Kane receba oficialmente os créditos, apesar de seus esforços para dividir os méritos na criação do personagem. da cultura vampiresca, especialmente das histórias ligadas ao personagem conhecido como Drácula, Kane imaginou um herói baseado no mesmo, com roupas negras, mas foi Finger que deu ao personagem o formato pelo qual ficaria consagrado. Apesar de oficialmente creditado a Bob Kane, os desenhos de Frank Foster II, artista ligado à indústria de publicações de Nova Iorque na década de 1930, foram considerados autênticos pela DC Comics.

No mundo fictício de super-heróis da editora DC (conhecido como Universo DC), Batman tem como sua identidade secreta seu alter ego Bruce Wayne, empresário, playboy e filantropo bilionário. Segundo os quadrinhos, o fato de testemunhar o assassinato de seus pais quando criança teria levado um jovem Bruce Wayne a viajar pelo mundo, tentando compreender a mente criminosa. Treinou todo tipo de artes marciais e técnicas de combate (o trauma de ver seus pais mortos com tiros de revólver lhe deu aversão a armas de fogo), buscando a perfeição física e intelectual. Criou um uniforme baseado numa coisa que o amedrontava quando criança: Morcegos. Ele queria que os bandidos compartilhassem do mesmo temor. E assim, passou a lutar contra o crime. Diferentemente de outros super-heróis, Batman não tem nenhum poder sobre-humano, usando apenas o intelecto, habilidades investigatórias, tecnologia, dinheiro e um físico bem-preparado em sua guerra contra o crime.

Falando um pouco da película que inspirou a figura do reviewBatman é um filme norte-americano de 1989, baseado no personagem da DC Comics com o mesmo nome, dirigido por Tim Burton. O filme é estrelado por Michael Keaton no papel principal, junto com Jack Nicholson, Kim Basinger, Robert Wuhl e Jack Palance. O filme, em que Batman lida com a ascensão de um criminoso fantasiado conhecido como “O Coringa“, é o primeiro da série de filmes Batman da Warner Bros. Depois que Burton foi contratado como diretor, Steve Englehart e Julie Hickson escreveu tratamentos para o filme antes de Sam Hamm escrever o primeiro roteiro. Batman não teve seu financimaneto de produção aprovado, até depois do sucesso de Beetlejuice (1988) de Burton. Uma lista contou com vários atores considerados para o papel de Batman. Nicholson aceitou fazer o papel do Coringa, sob condições estritas, que ditou um alto salário, uma parcela dos lucros de bilheteria, e seu cronograma de filmagem.

As filmagens ocorreram no Pinewood Studios entre outubro de 1988 e janeiro de 1989. O orçamento encaminhado foi de US$ 30 milhões a US$ 48 milhões, enquanto o 1988 Writers Guild of America forçou grevemente Hamm a abandonar. O roteiro foi reescrito sem créditos realizado por Warren Skaaren, Charles McKeown e Jonathan Gems. Batman foi um sucesso financeiro e crítico, ganhando mais de US$ 400 milhões no total de bilheterias. O filme recebeu várias indicações ao Saturn Award e uma indicação ao Globo de Ouro, e ganhou um Oscar. Ele também inspirou a premiada série animada, Batman: The Animated Series, abrindo o caminho para o DC Animated Universe, e influenciou Hollywood na mercadologia moderna e técnicas do desenvolvimento do gênero de filmes de super-heróis. Chega de ladainha, vamos ao que interessa

Detalhes da Peça

Embalagem: Aqui não temos muito mistério ou segredo, uma vez que a Hot Toys mantém, desde o lançamento de sua primeira figura da série DX (diga-se de passagem Joker, que teve versão 2.0 anunciada recentemente, ainda sem muitos detalhes), o padrão nas embalagens, que são uma caixa em formato estojo com fecho magnético (o famoso “ímã“) em uma coloração preta/grafite que lembra vagamente uma chapa de metal polido. Essas embalagens da linha DX são bem “clean” e “minimalistas“, sempre apresentando uma imagem do personagem ao fundo, meio “transparente” e sem muito destaque, o nome do personagem/franquia na parte de baixo da face da caixa, logos dos envolvidos – nesse caso DC Comics – logo da Hot Toys, logo da série DX e, por fim, a numeração do DX, que, nesse caso, se trata da nona peça lançada (DX09). Topo e base da caixa são apresentados na cor amarela. Nas laterais o esquema minimalista segue, permanecendo apenas o logo do personagem e, pela primeira vez, vejo a Hot Toys realizando uma ação de marketing planejada, apresentando na lateral direita (a parte da tampa que abre) um anúncio/teaser do Batmóvel 1989 que será lançado no próximo ano – e o qual já considero a possibilidade de vender um Rim no mercado negro para poder adquirir minha unidade.

Ao abrirmos a tampa encontramos um forte contraste com a parte externa, pois nos deparamos com uma parte interna totalmente amarela – possivelmente uma alusão ao uniforme negro com o escudo amarelo com o morcego que o herói utiliza – e, na parte de cima dessa tampa, encontramos os dizeres “Only one will claim the light” (algo como, “Apenas um reivindicará a luz“) e também temos um pequeno “bat-sinal” o qual, quando colocado contra a luz, projeta o símbolo do morcego. Removendo essa primeira proteção, seguimos com o padrão em amarelo e visualizamos a figura e duascabeças falsas” que servem como proteção e display para duas (das três) faces intercambiáveis que acompanham a figura – tudo devidamente protegido por nichos de espuma – os quais também abrigam as mãos extras da figura. Na parte inferior desse primeiro nível de espuma, encontramos as peças restantes protegidas por um blister plástico contendo a capa e os demais acessórios.

Escultura: A Hot Toys mais uma vez consegue realizar um grandioso trabalho com a mesma técnica “emborrachada” que emprega nos seus conhecidos “muscular bodies” (ou corpos musculosos, mas em dia de parada gay, todo cuidado é pouco ao escrever esse review) – técnica empregada no corpo do Rei Leonidas. Dessa maneira a empresa consegue reproduzir, com grande fidelidade, o visual do uniforme utilizado por Keaton no filme de 1989. Destaque fica para a escultura da cabeça, famosa “headsculpt” a qual, além de possuir o sistema de movimentação dos olhos (PERS) – característica presente em todos lançamentos da série DX, a qual emprega um realismo muito maior a peça – ainda apresenta a possibilidade de trocar a parte visível da face do personagem, alternando entre o rosto com a boca fechada, boca aberta e o rosto sangrandoimortalizando os criticados “biquinhos” da interpretação realizada por Michael Keaton.

Pintura: Não temos muito “espaço” para pintura nessa peça – e o uniforme é a principal razão disso. Somente a parte de baixo do rosto (parte da boca e do nariz) estão aparentes, as demais partes são todas cobertas pelo uniforme ou moldadas diretamente na cor do uniforme. Não tinha muito o que errar e a Hot Toys fez a lição de casa direitinho.

Articulações: Todas as articulações tradicionais de um Hot Toy estão presentes, difícil vai ser você conseguir fazer isso e, mais uma vez, o grande “vilão” é o uniforme. Já no filme em si reclamava-se do eterno “torcicolo” que o uniforme impunha a Keaton, não permitindo que o ator virasse seu pescoço para as laterais, tendo que, para tal, virar seu tronco junto – e nem foi necessária muita engenharia por parte da Hot Toys para conseguir reproduzir (com perfeição) tal feito. Mas para ilustrar de uma melhor maneira as limitações das articulações pelo uniforme, fica complicado, até mesmo, utilizar as barras que seguram as extremidades da capa para que ela se mantenha aberta como as asas de um morcego.

Acessórios: Confesso que já vi figuras muito mais “ricas” em termos de acessórios, mas não havia razão para qual a Hot Toys incluísse mais itens do que o necessário. Além da base diferenciada com iluminação – alimentada por 3 pilhas AAA – comum a todas figuras DX, temos uma série de armamentos utilizados pelo homem morcego no filme (todos muito bem executados e com grande nível de detalhamento e, convenhamos, um dos pontos fortes da Hot Toys é seu impressionante detalhismo e fidelidade com a qual reproduz armamentos), sendo: uma manopla extensível, um batrangue, um rádio controle remoto, três cápsulas de fumaça, uma bomba relógio,uma arma de gancho, duas estrelas ninja.

Roupa/Vestimenta: Chegamos finalmente no grande “vilão” e, ao mesmo tempo, “herói” dessa figura. Não há como reproduzir com fidelidade o Batman das telas do filme de 1989 sem a presença desse uniformeemborrachado” e que restringe os movimentos de quem o usa. O material empregado pela empresa retrata em perfeição o uniforme, porém, como é característico desse material, começa a me dar calafrios ao lembrar da possibilidade de ressecamento e rachaduras que podem ocorrer a ele – salvo caso, e que espero que tenha sido encontrada uma solução pela Hot Toys para evitar que isso aconteça, assim como ocorreu com antigos corpos de figuras lançadas pela companhia no passado – ou seja, a dica, por enquanto, evite ficar movimentando demais sua figura, e evitará dores de cabeça com um uniforme “danificado” e, no fim do dia, essas figuras são muito mais para serem expostas do que para serem manipuladas, então, nada de ficar se martirizando com antecedência, Carpe Diem! A capa é outro ponto que gera controvérsia, pois é muito rígidasimilar a um tipo de couro sintético – e já nas fotos promocionais, era chamada de capa de “guarda-chuva“, tirada essa primeira “má-impressão” você acaba se acostumando e vê que ela completa harmoniosamente o conjunto.  E por fim, é claro, o cinto de utilidades marca presença.

Ano de Lançamento e Fabricante: 2012, Hot Toys.

Dimensões: 30cm; 2Kg.

Escala: 1/6.

Valor: Atualmente você encontra a figura por R$ 799,99 (embora preços menores já estejam sendo praticados).

Onde Comprar: a figura utilizada nesse review foi fornecida por nossa loja parceira, a Toyshop Brasil (não se esqueça de solicitar seu cupom de desconto aqui).

Considerações Finais:

Lembro com exatidão o alvoroço que foi naquele final da década de 1980 com itens para festas infantis, álbuns de figurinha, gibis com a quadrinização do filme, promoções em grandes lojas de departamento (falecido Mappin), etc. E, desde então, sigo esperando uma figura que reproduzisse com tamanha fidelidade essa encarnação do homem-morcego. Finalmente ela chegou e, se fosse você, não ficava ai sentado e iria correndo tentar garantir a sua, uma pena, entanto, é que não acompanhe uma segunda cabeça, com o rosto de Michael Keaton sem a máscara, mas sinto cheiro de uma segunda versão no ar… peça obrigatória!

Galeria de Imagens

 

Leave a reply